Envie uma mensagem :

© 2017

Gases, Flatulência e Distensão abdominal

A verdade sobre o Gás..

Embora as palavras "arroto" e "pum" fazem a maioria das crianças rir, os adultos geralmente ficam tímidos quando eliminam gases e fingem que nunca aconteceu. Mas às vezes, é difícil ignorar.

Muitas pessoas não sabem muito sobre gás intestinal, embora todos nós temos. É hora de tirar o ar de alguns dos mitos por trás de flatulência e arrotos.

Origem dos gases intestinais

Seu corpo recebe o gás de dois lugares diferentes.

Primeiro, há o ar que você engole. Quando você respira, quando toma bebidas gaseificadas ou carbonatadas (refrigerantes), mesmo quando mastiga chiclete, seu corpo absorve oxigênio, nitrogênio e dióxido de carbono.

A maior parte deste gás, você arrota, se não arrotar, ele pode entrar em seu sistema digestivo e causar flatulência ou indigestão.

Você pode agradecer seus intestinos pelo o outro tipo de gás. Quando come, você digere e absorve nutrientes da comida.  Bactérias úteis “boas” que vivem em seu intestino fermentam tudo o que sobrou. Esse processo cria gás que geralmente escapa como um flato ("pum").

A maior parte do gás não tem cheiro. Mas certos tipos de alimentos, por exemplo, aqueles que contêm enxofre, pode torná-lo fedorento. Algumas bactérias também produzem metano ou sulfeto de hidrogênio que pode adicionar um odor distinto.

'O Fruto Mágico'

Alguns alimentos, incluindo feijão, tendem a causar gás, porque nossos corpos não estão bem adaptados para digeri-los. Esses alimentos incluem:

  • Feijão e lentilhas

  • Brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, repolho e cebola

  • Alimentos integrais como cereais, pães e biscoitos

  • Açúcares encontrados em frutas e sucos, mas também em alimentos processados ​​contendo xarope de milho rico em frutose - frutas enlatadas, geleias, doces em pasta, bolos, pudins, tabletes, pó para bebidas, refrigerantes / frutas: maçã, manga, pera, melancia

  • Açúcares e alguns adoçantes artificiais encontrados em bebidas dietéticas e alimentos diet. Sorbitol é super produtor de gás e é encontrado em ambos.

Você também pode ficar distendido se não puder tolerar certos alimentos em sua dieta, como a lactose em produtos lácteos.

Frutas, vegetais e grãos integrais são ótimos para a saúde, então você ainda deve comê-los. Basta perceber se eles o afetam.

Você pode ter muitos gases?

Os flatos acontecem com quase todos cerca de 10 a 20 vezes por dia. A maioria das pessoas que se queixam deste tipo de problema realmente não têm mais do que o normal.  Algumas pessoas eliminam flatos mais frequentemente, mas não necessariamente produzem mais. Isso significa que sua percepção do gás é diferente.

Em casos leves, é muitas vezes uma questão de como o gás ativa ou sensibiliza seu sistema digestivo, ao invés da quantidade. Enquanto os homens e as mulheres eliminam flatos aproximadamente em volume semelhante, as mulheres parecem relatar sintomas mais frequentemente.

Por si só, gás intestinal não é perigoso, mesmo se você segurá-lo. Mas se você eliminar gás 50 vezes ao dia e também apresentar outros sintomas como dor abdominal intensa, inchaço, sangue ou gordura nas fezes, deve procurar avaliação médica.

Reduza sua taxa Flatos

Se o gás deixa você fisicamente - ou socialmente - incomodado, você pode fazer algumas coisas para diminuí-lo:

  • Mastigar menos chiclete.

  • Coma devagar.

  • Evite bebidas carbonatadas (refrigerantes, água com gás).

  • Limite os adoçantes artificiais.

  • Coma menos brócolis, feijão e repolho.

  • Limite os leites e derivados, especialmente se você for intolerante à lactose.

  • O exercício pode ajudar.

Atenção aos alimentos que causam maior aumento de gases:

- Feijão e vagem. Batata-doce, Inhame.

- Vegetais (alcachofra, aspargos, brócolis, repolho, couve, couve-flor, couve de Bruxelas, pepino, pimentão, cebola, rabanete, aipo cenoura).

- Grãos, sementes e farelos de cereais devem ser consumidos de forma moderada.

- Bebidas com gás podem ser consumidas após ficaram abertas por horas para reduzir a quantidade de gás carbônico.

- Leite e seus derivados, exceto com o uso de lactase.

- Alimentos que contém sorbitol, como alimentos dietéticos (adoçantes), doces e chicletes.

- Vinho e cerveja.

- Refrigerantes

- Carne processada, salsicha

 

O que causa a formação de odor?

- Álcool, aspargos, feijão, vagem, repolho, couve, café, pepino, ovo, peixe,
alho, nozes, cebola, ameixa, queijo, manteiga de amendoim, brócolis, rabanete e alimentos defumados, algumas pimentas.

 

Quais alimentos interferem menos na produção de gases?

- Carne magras, aves, peixe, ovos, vegetais (alface, tomate, abobrinha, quiabo), algumas frutas (uva, cereja, banana, mamão), pão sem glúten e arroz.