Entendendo as úlceras


O que são úlceras pépticas?

Não há provas claras que o estresse da vida moderna ou uma dieta inadequada provoquem úlceras no estômago, mas ainda assim elas são comuns em nossa sociedade: Cerca de 1 em cada 10 pessoas sofrerá com a queimação e dor abdominal provocada por uma úlcera péptica (ou gástrica) em algum momento da vida.


As úlceras pépticas são furos ou quebras no revestimento protetor do duodeno (a parte superior do intestino delgado) ou no estômago - áreas que entram em contato com ácidos e enzimas do estômago. Úlceras duodenais são mais comuns do que úlceras de estômago.


Até a década de 1980, acreditava-se que as úlceras se formavam como resultado do estresse, maus hábitos de vida (incluindo excesso de alimentos gordurosos, álcool, cafeína e cigarro) ou uma predisposição genética à secreção excessiva de ácido gástrico. Essas condições contribuem para um acúmulo de ácidos do estômago que corroem o revestimento protetor.


Atualmente se sabe que uma infecção bacteriana é a principal causa de úlceras pépticas. As pesquisas realizadas desde a década de 1980 mostraram que a bactéria Helicobacter pylori (H. pylori) está presente em mais de 90% das úlceras duodenais e em cerca de 80% das úlceras estomacais.


Outros fatores também parecem contribuir para a formação de úlceras. O uso excessivo de anti-inflamatórios (como a aspirina , ibuprofeno e diclofenaco), o uso pesado de álcool, estresse psicológico, e cigarro podem agravar e promover o desenvolvimento de úlceras, especialmente em pessoas com a bactéria H. pylori .


Felizmente, as úlceras pépticas são relativamente fáceis de tratar; Em muitos casos elas são curados com antibióticos , antiácidos e outras drogas que reduzem a quantidade de ácido produzido pelo estômago. Ainda assim, os perigos associados com úlceras pépticas - como anemia , sangramento e câncer de estômago - são graves, por isso úlceras devem ser sempre monitoradas pelo seu médico.


Posts Recentes
Arquivo